quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Só por uma noite


Eu sonhei
Com você e eu
E com seus olhos negros
Eu estava longe e você sorrindo
Então você me olhou

E eu queimei...

Um lagrima saiu e escorreu
Pelo meu rosto cansado
Quando você me disse: Não desista!
Foi tão estranho e tão surreal
Como um fantasma pode ser tão real?

Mesmo que só por uma noite...

E se a única solução for ficar e lutar?
Mas o meu corpo não aguentaria mais as flechas da luz!
E se você viesse até e mim e me abraçasse forte?
Eu iria me levantar e lutar através dos seus olhos!

Mesmo que só por uma noite...

Foi assim,
Tão rápido,
que através do espelho
você e eu colocamos o coração à mostra.
E eu prometi a mim mesmo não fraquejar
Vendo você ali eu me fortaleci
Então tudo mudou
Foi quando o silencio começou

E eu queimei...

Então eu escutei sua voz
Sussurrando algo
Me contando algo
Mas eu não ouvi
A única coisa que eu senti
Através da névoa
Foi o pulsar do seu coração
Ao mesmo tempo me perguntando:
- Como um fantasma pode ser tão real?

Mesmo que só por uma noite...

E se a única solução for ficar e lutar?
Mas o meu corpo não aguentaria mais as flechas da luz!
E se você viesse ate e mim e me abraçasse forte?
Eu iria me levantar e luta através dos seus olhos!

Mesmo que só por uma noite...

2 comentários:

  1. sou o fantasma da noite

    ResponderExcluir
  2. Por favor fantasma, eu seria muito mal educado pedindo para identificar-se?
    Hahaha... :D

    ResponderExcluir